Avaliação 2017 e projeção para a próxima temporada no League of Legends

ssss

CNB encerrou a sua participação no segundo split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2017 com muitos aprendizados. O desempenho na etapa foi longe do que o clube esperava, mas servirá como lição e preparação para a temporada 2018.

Pela primeira vez, em toda sua rica história de 16 anos de existência, o CNB contou com profissionais estrangeiros no elenco, tanto na comissão técnica como atuando no Rift, uma experiência única e incrível. Aprender com profissionais de outros países foi de extrema importância, mas também como lição. Para 2018, o clube estará bem mais preparado para trabalhar com um novo idioma.

Além disso, o CNB contou ainda com a entrada de dois campeões mundiais, Ronaldo Názario e André Akkari, um no futebol e outro no pôquer, respectivamente, em seu quadro de sócios, dando maior visibilidade ainda para a marca, nacional e internacionalmente também.

Outro ponto que não pode ser esquecido foi a chegada de novos patrocinadores à equipe, como a LG, que apoiou mais uma edição da Peneira Preparando Campeão – que novamente foi um sucesso – e se tornou a marca a ser exposta nos ombros das camisetas dos cyber atletas.

Por falar em categoria de base, a equipe Trinity dos Blumers se tornou campeã da “Série C” ao vencer o Brave e-Sports em partida emocionante, conseguindo assim seu acesso ao Circuito Desafiante, a 2ª divisão, do próximo ano. Ou seja, terá CNB em dobro nos dois principais torneios do país.

E já pensando em 2018, os Blumers começaram a reformular a line-up, visando trabalhar forte na pré-temporada para chegar ao topo do Brasil no próximo CBLoL:

– Gustavo “Minerva” Alves – Depois de período de muito desempenho e dedicação à equipe, Minerva foi negociado com a Progaming eSports e já se despediu da GamingHouse do CNB.

– Thiago “Tinows”Sartori – O Meio é um dos principais jogadores da equipe e poderá se despedir do CNB ainda esse ano. Tinows já recebeu algumas propostas, mas ainda participará da BGS deste ano como jogador dos Blumers.

– Willyan “Wos” Bonpam – O Suporte foi “criado” no CNB, clube pelo qual se tornou profissional e atuou durante três anos. Para as próximas atividades do ano, Wos será emprestado a outra equipe para ter uma nova experiência.

– Guilherme “Vash” Del Bueno – O Selva de ofício teve sua segunda passagem pelo CNB em 2017 e foi fundamental para o elenco, suprindo necessidades até mesmo em outra posição. Ele segue aberto para negociações.

– Joseph “Strong” Edwards – Durante sua estada no Brasil, Strong trouxe diversos conceitos de jogo e trabalho que auxiliaram muito o desenvolvimento como equipe e evolução dentro do que tínhamos como realidade em nosso cenário. Infelizmente devido a barreira linguística, os jogadores se recusaram a seguir trabalhando em um ambiente de língua mista devido à pressão e necessidade de obter resultados em pouco espaço de tempo. Strong, pensando no bem da equipe, teve o gesto nobre de ceder seu posto e posição no palco para Gafone, e mesmo com a conduta reprovável dos atletas seguiu auxiliando a equipe na reta final. Agradecemos por seu trabalho e profissionalismo durante esse período e decidimos em comum acordo seguir nossos caminhos separadamente para 2018.

Jangsik “Lustboy” Ham – O CNB teve o prazer de poder trabalhar com um dos maiores campeões do competitivo de League of Legends e contar com todo seu conhecimento estratégico, que auxiliou a perceber e resolver problemas de macro play e atitude em jogo que estava sendo encontrado há algum tempo, além de ter dado grandes contribuições individualmente aos nossos jogadores.Com o fim de seu contrato, Lustboy optou por voltar aos estudos para concluir sua graduação e está atuando como analista de outras equipes no exterior.

A diretoria dos Blumers segue trabalhando forte para em breve fechar o nome dos atletas que formarão a line-up da equipe para 2018. A expectativa é de que o próximo ano seja repleto de conquistas e aprendizados, mas sempre contando com o apoio de seus torcedores. 

Scroll Up